As árvores mais indicadas para plantar na cidade de São Paulo no Dia da Árvore

A metrópole nasceu em berço de Mata Atlântica, Cerrado e araucárias. Cresceu, e hoje substituiu sua biodiversidade por plantas estrangeiras. Plantar as nossas árvores nativas é resgatar o equilíbrio ecológico, diminuir manutenção, trazer mais água, ter plantas que se desenvolvem melhor, atrair mais fauna e ensinar as pessoas sobre o nosso maior patrimônio: a natureza.

Assim, nesse Dia da Árvore, o blog traz uma seleção de espécies que acreditamos fundamentais em projetos de arborização e paisagismo em São Paulo. Todas são nativas do território.

  1. PARA CALÇADAS ESTREITAS:

Resultado de imagem para pitangueira florida

Resultado de imagem para pitanga

Pitangueira (Eugenia uniflora) – árvore frutífera de até 4 metros, tem Madeira resistente, e vira um buquê branco em setembro, ficando depois carregada de pequenos frutos que fazem a festa da passarada e pessoas.

Resultado de imagem para Palmito jussara arvores de são paulo

Palmito jussara (Euterpe edulis) (lugares de meia-sombra) planta-mãe da Mata Atlântica, alimenta inúmeros bichos do bioma, está em extinção e é muito elegante.

Resultado de imagem para ipe amarelo handroanthus chrysotricha

Ipê amarelo (Handroanthus ochraceae) – cresce até uns 4 metros nas condições urbanas de São Paulo e fica totalmente florido em agosto. Madeira dura e resistente.

PARA CALÇADAS MÉDIAS:

Resultado de imagem para cambuci arvores de são paulo

Resultado de imagem para fruto cambuci arvores de sao paulo

Cambuci (Campomanesia phaea) – árvore símbolo da cidade e que hoje está quase extinta por aqui. Já foi comum a ponto de nomear bairro e rio. Dá frutos muito saborosos, tem madeira resistente e forma elegante. Na cidade altura média de 4 metros e tronco de 25 cm de diâmetro.

Resultado de imagem para inga arvore

Resultado de imagem para inga arvore

Inga (Inga sp.)- árvore frutífera que recobria às margens dos rios paulistanos, cresce rápido e é muito ornamental.

Resultado de imagem para Tarumã do Cerrado

Resultado de imagem para Tarumã do Cerrado

Tarumã do cerrado (Vitex polygama) – árvore escultural, produz frutos comestíveis semelhantes a uma azeitona preta. Muito rara hoje.

PARA CALÇADAS LARGAS:

Copaíba (Copaifera langsdorffii) árvore belíssima, de copa ampla e arejada, Madeira resistente, com folhas médias e frutos pequenos apreciados pelos pássaros, pode viver mais de dois séculos.

Resultado de imagem para copaiba

Resultado de imagem para copaiba fruto

Canelinha (Nectandra megapotamica)- copa redonda e cheia, folhas médias e frutos pequenos queridos pela fauna, foi a madeira usada nas casas bandeiristas.

Resultado de imagem para nectandra megapotamica canelinha

Resultado de imagem para flores nectandra megapotamica canelinha

Jacarandá-paulista (Machaerium villosum) – árvore de crescimento rápido e copa ampla, com raízes profundas, muito bonita.

Resultado de imagem para Jacarandá-paulista

Resultado de imagem para flores Jacarandá-paulista

PRAÇAS E PARQUES:

Araucária (Araucaria angustifolia) – espécie extinta na forma nativa na cidade, é escultural e emblemática. Cresce rápido e a sol pleno.

Resultado de imagem para araucária

Figueira-brava (Ficus organensis, Ficus insipida, Ficus enormis, Ficus gomelleira, Ficus guaranitica, entre outras espécies nativas com esse nome popular) – são as árvores-monumento da flora paulistana. Duram séculos, planta-las é deixar um legado para as próximas gerações. Tem muitas espécies nativas, sendo a mais indicada a Ficus organensis. Muitas crescem em frestas de muros, onde podem ser removidas com cuidado e plantadas em recipientes de mudas para depois ir para a cidade.

Jequitibá-branco (Cariniana estrellensis) – árvore-rei da floresta paulistana, dura séculos e forma uma enorme e bela copa. Muito rara atualmente.

Resultado de imagem para jequitibá branco

DICAS DE PLANTIO-

Consulte o manual de arborização da prefeitura de São Paulo:

http://www.prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/upload/meio_ambiente/MARBOURB.pdf

Atente para o espaço e interferências próximas, abra um berço quadrado de no mínimo 50x50x50 cm, encha o fundo de água antes de por a muda com terra bem adubada, deixe o nível da muda alguns dedos abaixo da calçada e sem mureta para receber a água da chuva e nutrientes, espalhe matéria orgânica seca em volta para evitar ressecamento e coloque um tutor amarrado suavemente com cordinha degradável. A muda deve ter um tamanho mínimo de 1,5 metros para melhor sobreviver.

Para adquirir mudas, algumas sugestões:

  1. Fábrica de Árvores –  http://www.fabricadearvores.com.br/
  2. Viveiro Legado das Águas Votorantim – http://www.legadodasaguas.com.br/
  3. Tropical Plantas – http://www.tropicalpaisagismo.com.br/
  4. Ceagesp – http://www.ceagesp.gov.br/entrepostos/feiras-de-flores/
  5. Bioflora – http://www.viveirobioflora.com.br/mudas
  6. Sítio Raio de Sol – http://www.sitioraiodesol.com.br/
  7. Trees.com
  8. http://www.casadaarvore.com/

Bom plantio!

Ricardo Cardim

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em amigos das árvores de São Paulo, Araucaria, arborização urbana, Árvores de São Paulo, Árvores históricas de São Paulo, árvore urbana, árvores, árvores brasileiras, árvores floridas, árvores frutíferas, árvores indicadas São Paulo, árvores nativas, árvores ornamentais, árvores para calçadas São Paulo, árvores para plantar, árvores veteranas de guerra, Biodiversidade paulistana, bioma cerrado, Botânica, cerrado em São Paulo, consultoria meio ambiente, cuidados com as árvores, doação de árvores, fotografia árvores, frutas brasileiras, guia de árvores, guia de árvores em São Paulo, Mata Atlântica, meio ambiente, meio ambiente urbano, meio ambiente urbano em São Paulo, mudas de árvores nativas, paisagismo, paisagismo São Paulo, paisagismo sustentável, palmeiras, plantas nativas, plantas que não gastam água, plantio de árvores, plantio de árvores em São Paulo, Plantios de árvores, projetos de paisagismo, publicação sobre árvores, ruas arborizadas, sustentabilidade urbana e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s