Fotos – plantas do cerrado

Nessa página, um passeio fotográfico pelas paisagens e espécies de plantas típicas dos campos-cerrados nativos da cidade de São Paulo. São fragmentos remanescentes dos antigos “São Paulo dos Campos de Piratininga” que nomearam a cidade nos seus primeiros séculos de existência.

Essas plantas tem diversos vínculos com a História e Cultura de São Paulo, e constituem um patrimônio ambiental e histórico para todos os paulistanos.

 olho-de-cabra (Ormosia sp.) planta trepadeira.

olho-de-cabra (Ormosia sp.) planta trepadeira.

As belas sementes do olho-de-cabra (Ormosia sp.) planta trepadeira.

As belas sementes do olho-de-cabra (Ormosia sp.) planta trepadeira. Reserva da USP.

Vista de um campo cerrado

Vista de um campo cerrado na Reserva da USP

As folhas da orelha-de-onça do cerrado mostram suas adaptações para a retenção de água em um ambiente muitas vezes de escassez.

As folhas da orelha-de-onça do cerrado mostram suas adaptações para a retenção de água em um ambiente muitas vezes de escassez.

Exemplar de candeia (Gochnatia polymorpha) - árvore comum dos campos naturais na cidade de São Paulo. Reserva da USP.

Exemplar de candeia (Gochnatia polymorpha) – árvore comum dos campos naturais na cidade de São Paulo. Reserva da USP.

Inflorescência de uma Asteraceae no Parque Usteri.

Inflorescência de uma Asteraceae no Parque Usteri.

Inflorescência de assa-peixe (Vernonia sp.) no Parque Usteri.

Inflorescência de assa-peixe (Vernonia sp.) no Parque Usteri.

grupo de capim barba-de-bode (Aristida sp.) na Reserva da USP.

grupo de capim barba-de-bode (Aristida sp.) na Reserva da USP.

velho arbusto de gabiroba - uma frutífera do cerrado - na Reserva da USP.

velho arbusto de gabiroba – uma frutífera do cerrado – na Reserva da USP.

capim barba-de-bode típico nas formações paulistanas.

capim barba-de-bode típico nas formações paulistanas. Reserva da USP.

A bela inflorescência da língua-de-tucano, que só ocorre em intervalo de 1 a 2 anos. Planta usada por Anchieta, fundador de São Paulo, para a confecção de alpargatas.

A bela inflorescência da língua-de-tucano (Eryngium paniculatum), que só ocorre em intervalo de 1 a 2 anos. Planta usada por Anchieta, fundador de São Paulo, para a confecção de alpargatas.

fruto comestível da orelha-de-onça (Leandra sp.) no Parque Usteri.

fruto comestível da orelha-de-onça (Leandra sp.) no Parque Usteri.

arbusto de murici-do-campo em floração que é visitada por inúmeras espécies de abelhas. Reserva da USP.

arbusto de murici-do-campo em floração que é visitada por inúmeras espécies de abelhas. Reserva da USP.

tarumã-do-cerrado (Vitex polygama) no Parque Usteri - frutífera

tarumã-do-cerrado (Vitex polygama) no Parque Usteri – frutífera

Sida sp. -  flor do cerrado registrada nos Campos do Butantã em 1940. Reserva da USP.

Sida sp. – flor do cerrado registrada nos Campos do Butantã em 1940. Reserva da USP.

capim nativo campos cerrados da cidade de São Paulo

capim nativo campos cerrados da cidade de São Paulo

Flor do juquiri (Mimosa sp.) no Parque Usteri

Flor do juquiri (Mimosa sp.) no Parque Usteri

ave típica no cerrado, o anu-preto no Parque Usteri

ave típica no cerrado, o anu-preto no Parque Usteri

fruta nativa - araçá - na reserva da USP

fruta nativa – araçá do campo – na reserva da USP

caroba do campo na Reserva USP. Planta descrita na região em 1940 pelo Botânico Joly.

caroba do campo na Reserva USP. Planta descrita na região em 1940 pelo Botânico Joly.

ipê amarelo nos campos cerrados da cidade de São Paulo. Reserva da USP.

ipê amarelo nos campos cerrados da cidade de São Paulo. Reserva da USP.

Na área do novo Centro de Convenções da USP, ocorre a invasão da sambaia-do-campo, espécie nativa, que compete diretamente com a vegetação de cerrado e deve ser  manejada.

Na área do novo Centro de Convenções da USP, ocorre a invasão da sambaia-do-campo, espécie nativa, que compete diretamente com a vegetação de cerrado e deve ser manejada.

Exemplares de murici-do-campo de tamanho notável para a espécie. Devem ter idade bem avançada. Reserva da USP.

Exemplares de murici-do-campo de tamanho notável para a espécie. Devem ter idade bem avançada. Reserva da USP.

Trecho dos campos que representa bem a diversidade de espécies típicas que exite nessa vegetação ancestral -

Trecho dos campos que representa bem a diversidade de espécies típicas que existem nessa vegetação ancestral – Da esquerda para a direita – língua-de-tucano, murici, candeia e orelha-de-onça. Área manejada na USP.

língua-de-tucano  pequena (Eryngium sp.) - espécie provavelmente extinta na metrópole. Reserva atrás da Faculdade de Veterinária da USP.

língua-de-tucano pequena (Eryngium sp.) – espécie provavelmente extinta na metrópole. Reserva atrás da Faculdade de Veterinária da USP.

Resgate de murici do cerrado na USP durante as obras em setembro de 2011.

Resgate de murici do cerrado na USP durante as obras em setembro de 2011.

Reserva USP sobrevivente das obras do novo Centro de Convenções

Reserva USP sobrevivente das obras do novo Centro de Convenções

Tibouchina gracilis - planta ornamental da família das quaresmeiras registrada na região da USP em 1940.

Tibouchina gracilis – planta ornamental da família das quaresmeiras registrada na região da USP em 1940.

espécie a identificar - talvez outro Eryngium. campos cerrados entre o ICB e IB na USP

espécie a identificar – talvez outro Eryngium. campos cerrados entre o ICB e IB na USP

lantana - no Parque Usteri em 2012.

lantana – no Parque Usteri em 2012.

Habenaria sp. situada na Cidade Universitária da USP - gênero de orquídea que há mais de 100 anos ocorria em diversos pontos de São Paulo, como no atual bairro de Higienópolis segundo Usteri em 1911.

Habenaria sp. situada na Cidade Universitária da USP – gênero de orquídea que há mais de 100 anos ocorria em diversos pontos de São Paulo, como no atual bairro de Higienópolis segundo Usteri em 1911.

frutos verdes da gabiroba.

frutos verdes da gabiroba.

flor do tarumã do cerrado (Vitex polygama) - árvore com somente dois exemplares no Parque Usteri.

flor do tarumã do cerrado (Vitex polygama) – árvore com somente dois exemplares no Parque Usteri.

As belas flores do araçá-do-campo, arbusto nativo que já foi tão comum na cidade de São Paulo a ponto de nomear o antigo "Caminho do Araçá" e atual "Cemitério do Araçá". Reserva da USP

As belas flores do araçá-do-campo, arbusto nativo que já foi tão comum na cidade de São Paulo a ponto de nomear o antigo “Caminho do Araçá” e atual “Cemitério do Araçá”. Reserva da USP

flor da orelha-de-onça-do-cerrado (Leandra sp.) - no Parque Usteri.

flor da orelha-de-onça-do-cerrado (Leandra sp.) – no Parque Usteri.

inflorescências da barba-de-bode, capim típico dessa vegetação em São Paulo.

inflorescências da barba-de-bode, capim típico dessa vegetação em São Paulo.

A bizarra floração do Croton sp. no Parque Usteri.

A bizarra floração do Croton sp. no Parque Usteri.

Flores do murici-do-campo (Byrsonima intermedia) na Cidade Universitária USP.

Flores do murici-do-campo (Byrsonima intermedia) na Cidade Universitária USP.

Flor da língua-de-vaca. Parque Usteri.

Flor da língua-de-vaca. Parque Usteri.

De coloração rosa intensa, a flor do juquiri se destaca no Parque Usteri.

De coloração rosa intensa, a flor do juquiri se destaca no Parque Usteri.

 

 

5 respostas para Fotos – plantas do cerrado

  1. jaime cezare disse:

    a natureza não nos pede nada. ela só precisa de um palmo de terra para mostrar quanto ela é importante para o ser humano , e nos continuamos impediosamente tapando seus espaços com edificações e pavimentações, tirando-lhes seus sustentos e suas vidas.

  2. Salvador Luiz Spoto disse:

    Tenho em meu quintal uma planta semelhante a gabiroba, só que o fruto é outro
    a flor e branca como uma pipoca e a fruta ecrespa e quando madura come-se inteira e azeda.

  3. Reinaldo Gil disse:

    Pesquise flores do aricá, cerrado de MT

  4. Salvador Luiz Spoto disse:

    Obrigado Reinaldo, vou pesquisar.

  5. Olá pessoal !
    Moro no Rio Grande do Sul e gostaria de trocar sementes de espécies nativas daqui, por outras do Cerrado.
    Se alguém tiver interesse, entre em contato:
    emersonbckr46@gmail.com
    Obrigado…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s