A música das sibipirunas em agosto

Na Rua do Matão, na Cidade Universitária, é um bom lugar para "ouvir" a sibipiruna

Na Rua do Matão, na Cidade Universitária, é um bom lugar para “ouvir” a sibipiruna

Nas ruas de São Paulo bem arborizadas, uma árvore da Mata Atlântica do Norte é comum, a sibipiruna (Caesalpinia pluviosa). Essa espécie de leguminosa produz um fruto(legume) parecido com uma vagem de consistência rígida (lenhosa) que contém em seu interior algumas sementes arredondadas do tamanho de uma moeda de um real.

Os frutos e sementes da sibipiruna. Crédito: Apremavi

Quando chega a época de seca na cidade de São Paulo, de dias ensolarados e céu límpido, um observador atento embaixo das sibipirunas percebe alguns fortes estalos vindos da copa. Esse som rápido e alto, é seguido pelo impacto de um grupo de sementes  no asfalto. Tal “sinfonia” nas ruas mais sossegadas do Jardim América, Pacaembú e Cidade Universitária é facilmente percebida.

A causa é o mecanismo de dispersão da sibipiruna, que ao abrir a “vagem”, a faz com violência e gera um impulso para lançar as sementes longe da árvore-mãe, em uma verdadeira estratégia explosiva.

Grupo de sibipirunas na Zona Oeste

Ricardo Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana, Árvores de São Paulo, árvores, curiosidades do verde paulistano, meio ambiente urbano, meio ambiente urbano em São Paulo, ruas arborizadas, São Paulo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para A música das sibipirunas em agosto

  1. Salvador Spoto disse:

    Ricardo, Bom Dia!

    A minha planta do cerrado já começou a florir e logo vem os frutos, tenda descobrir qual é o nome dela.

    Spoto

  2. Iaci Morata Martines disse:

    Olá professor Ricardo, como está? São mesmo muito lindas as sibipirunas, muito bonito o seu comentário. Grande abraço, Iaci

  3. Legal Ricardo!

    Na terça-feira passeando no clube aqui perto de casa, pude notar esse fenômeno. 😀

    Fiquei um tempo ouvindo e observando as pequenas explosões de sementes.

    Por acaso a pata-de-vaca também faz esse processo? Tive a impressão de que uma das árvores era dessa espécie.

    Local: https://goo.gl/maps/g1B6k

    Abraço,

    Fernando Salvio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s