Pau-formiga, uma árvore da moda na lista de nativas e que não é nativa, e sim invasora

??????????

Grupo de pau-formiga na Cidade Universitária da USP

A cidade de São Paulo recebeu na última década uma verdadeira floresta de exemplares de pau-formiga (Triplaris americana) especificados em diferentes projetos de paisagismo, recuperação, compensação ambiental e arborização. Virou senso comum que é uma espécie nativa, sustentável, e adequada como aquelas da Mata Atlântica e Cerrado.

A beleza da espécie é certamente indiscutível, com suas flores vermelhas e arquitetura peculiar, mas existe um sério problema ambiental, o gênero não é nativo para a Grande São Paulo, ocorrendo principalmente na região amazônica e Centro-Oeste do Brasil, e ainda se comporta como uma árvore invasora muito agressiva.

Já havia reparado em diversos pontos urbanizados ou naturais da metrópole paulistana mudas espontâneas do pau-formiga, principalmente no sub bosque. Mas em alguns lugares remanescentes da Mata Atlântica e reflorestamentos a situação é realmente preocupante, formando populações densas e puras, que impedem totalmente as espécies de regenerarem.

População de pau-formiga densa e pura que surgiu espontaneamente em reflorestamento na Zona Oeste

População de pau-formiga densa e pura que surgiu espontaneamente em reflorestamento na Zona Oeste

Nativa só pode ser considerada aquela espécie que existia na região antes da colonização européia, e não se trata de preciosismo, uma planta de fora pode causar problemas ecológicos muito mais sérios do que podemos observar e imaginar.

Outro trecho ainda mais repleto da espécie

Outro trecho ainda mais repleto da espécie

Ricardo Cardim

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em amigos das árvores de São Paulo, arborização urbana, Árvores de São Paulo, árvore urbana, árvores, árvores brasileiras, árvores floridas, árvores nativas, árvores ornamentais, espécies invasoras, marginais Tietê e Pinheiros, Mata Atlântica, meio ambiente urbano, meio ambiente urbano em São Paulo, mudas de árvores nativas, paisagismo, paisagismo sustentável e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Pau-formiga, uma árvore da moda na lista de nativas e que não é nativa, e sim invasora

  1. Ricardo, realmente o pau-formiga é lindo e pra mim sempre foi nativo. Inclusive achei que fosse de floresta ombrofila densa, como na Cantsreira. Eu mesmo já plantei vários.
    Gostaria de saber se a triplaris-brasiliensis também seria exótica?
    Obrigado e parabéns pela descoberta!

  2. Takao Namekata disse:

    Muito grato pelo envio desta matéria. Adquiri mais um novo conhecimento,

  3. Dayse Lucia de Freitas disse:

    Eu particularmente utilizo a árvore Pau-formiga no paisagismo e na arborização urbana pela sua característica pivotante ,porém não sugiro para essas áreas livres pois precisamos de árvores frondosas em lugares espaçosos como estacionamentos , praças e parques .Hoje existe um maneirismo em plantar a mesma espécie pra todo lado. Pesquiso arborização urbana e o que percebo em todos os municípios brasileiros é a carência arbórea ,onde a criatividade passa longe , o maneirismo aliado a falta de interesse, pois a informação está ao alcance de todos. Gostaria de deixar aqui o meu apelo ,para que não plantem mais palmeiras em canteiros centrais onde há espaços para árvores de grande porte.E que deem espaços para aquela que tem o direito legal : “As árvores”.
    Obrigada.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s