Sibipirunas em floração na cidade de São Paulo e sustentabilidade ecológica urbana

 

 

As belas flores da sibipiruna

Exemplares típicos no Bairro de Pinheiros – Zona Oeste

As abelhas estão em festa nessa época do ano com a floração abundante das sibipirunas (Caesalpinia peltophoroides) por toda a metrópole paulistana. Árvore muito comum na arborização urbana, é originária da Mata Atlântica do Estado do Rio de Janeiro para o Norte, e hoje cresce espontaneamente em terrenos baldios e fragmentos de matas na cidade.

Seu grande porte e madeira resistente (é parente muito próxima do famoso pau-brasil) a faz indicada para a arborização pelos relevantes serviços ambientais prestados. A “moda” do seu plantio começou na primeira metade do século passado e se espalhou por todo o Sudeste, existindo em muitos lugares uma verdadeira “monocultura” da espécie.

Entretanto,  sabemos atualmente que para uma arborização mais sustentável do ponto de vista ecológico em São Paulo, ela tem que ser acompanhada por espécies nativas locais produtoras de recursos para a avifauna, como a canelinha (Nectandra megapotamica), árvore de madeira resistente típica do Planalto Paulistano, com frutos pequenos  apreciados pelos pássaros e folhas de tamanho médio que não entopem calhas.

Exemplar de canelinha no Ipiranga, Zona Sul.

Ricardo Cardim

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana, Árvores de São Paulo, árvore urbana, árvores, árvores brasileiras, árvores floridas, árvores nativas, Biodiversidade paulistana, meio ambiente urbano em São Paulo, São Paulo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Sibipirunas em floração na cidade de São Paulo e sustentabilidade ecológica urbana

  1. Sergeant, James [IA] disse:

    Ricardo,

    Você é fantástico. Adoro sibipirunas, mas você tem razão. Onde consigo mudas de canelinhas?
    Muito obrigado.

    Abraços,
    Jim Sergeant

  2. Andréa Assis disse:

    Ricardo,
    Em Higienópolis e Pacaembu as calçadas estão “forradas” de florzinhas da sibipiruna… E da tipuana também. Parece que há uma competição de quem coloca mais flores… 🙂

  3. Dayse Lucia de Freitas disse:

    Sou técnica em plantio urbano participativo .. defendo essa causa como prioridade em meu trabalho ,detesto esse modismo em implantar somente palmeiras na cidade.Deveríamos aproveitar melhor os espaços optando por espécies de grande porte em canteiros centrais e de preferência árvores floridas , o colorido é importante para a paisagem urbana .

  4. Roberto disse:

    Olá! Tenho duas em casa, mas cai folha o tempo todo, inverno e verão, já faz um tempo não sai flores, é algum problema? ou isso é normal?

  5. Pingback: Sibipiruna | Cidades Que Respiram

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s