A cidade de São Paulo ainda tem árvores centenárias da floresta primária ou virgem?

Quando avistamos fragmentos de Mata Atlântica em São Paulo tendemos a achar que aquela exuberância de folhas  e formas de nossa biodiversidade é uma floresta original preservada, que chegou aos dias atuais praticamente intocada. Na verdade, isso é quase sempre uma ilusão. Quase todas as matas próximas ou dentro do município de São Paulo são apenas “sombras” da riqueza e porte de um passado já distante – podendo ser chamadas de secundárias ou capoeiras.

O termo “floresta virgem” era designado para aquelas matas que nunca tinham sofrido a ação do machado ou fogo –  e que possuiam ainda madeiras nobres, ditas de “lei”. Hoje, depois de séculos de colonização predatória, trechos de Mata Atlântica assim desapareceram. O que sobrou foram principalmente alguns pequenos pedaços com árvores da época primitiva, centenárias muitas vezes, e dão uma boa idéia do que perdemos.

Esses testemunhos ainda podem ser observados em alguns lugares da região metropolitana de São Paulo (principalmente na Serra da Cantareira e do Mar) e até na região central, como no Parque Trianon, trecho entre a Av.Paulista e Al. Casa Branca. Abaixo, alguns exemplos.

Esse exemplar provavelmente centenário na Serra da Cantareira mostra um formato típico das árvores da floresta primária, tronco reto e alto, repleto de plantas epífitas como bromélias e aráceas. Em regiões de matas mais bem preservadas do Estado como o Vale do Ribeira, a mata costuma ser repleta de árvores deste porte.

Velho jatobá (Hymenaea courbaril) centenário no Parque Trianon na Avenida Paulista

Guatambu ou peroba (Aspidosperma sp.) na trilha da Pedra Grande - Serra da Cantareira.

Podendo ser considerado o testemunho mais bem preservado das Mata Atlântica virgem paulistana, o jequitibá-branco (Cariniana estrelensis), fica também no Parque Trianon, próximo a cerca da Alameda Casa Branca e apresenta mais de 30 metros de altura.

Ricardo Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em amigos das árvores de São Paulo, Árvores históricas de São Paulo, árvores, Biodiversidade paulistana, Mata Atlântica e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

5 respostas para A cidade de São Paulo ainda tem árvores centenárias da floresta primária ou virgem?

  1. David Kim disse:

    Ontem visitei o Jardim Botânico após muitos anos. Ele também parece possuir um pedacinho de mata preservada. É uma pena que a maioria dos paulistanos, habituados que estão com os parques e praças europeizados da cidade, não faça ideia da riqueza e exuberância da mata original.

  2. Izabel Pereira disse:

    Prezado Ricardo Cardim,

    Boa tarde!

    Preciso de orientação.

    Em busca na web encontrei seu endereço; podes me orientar e indicar sobre a circunstancia descrita abaixo?

    – Estou no processo de compra de um terreno, que tem as seguintes arvores plantadas ao fundo do quintal:

    – Um pé de Louro adulto (deve ter uns 3m de altura)

    – Um pé de Jabuticaba grande (tem +/- uns 13 anos), frutifica a beça!!!

    – Um pé de Jabuticaba sabará pequeno (deve ter uns 5 anos).

    – Um pé de limão rosa.

    – Um pé de acerola (uns 13 anos +/-)

    Bom, um quintal pequeno com esta”floresta”, né? acontece que preciso usar o espaço do terreno para construir, e, minha tortura está em como

    fazer para retirar os pés sem matar, e, replantar apenas as jabuticabeiras…..

    Obs.: Pior detalhe: não disponho de Dinheiro para contratar uma super empresa nesta área….

    Este é o principio do nosso contato, se houver tempo para me ajudar a mostrar o caminho a seguir…agradeço!

    Izabel Pereira

    11-9977 8424

    • Ricardo Cardim disse:

      Izabel,

      realmente vc precisa de um profissional que saiba fazer esses procedimentos, sob pena de mata-las… Infelizmente não posso indicar ninguem que não uma empresa conhecida. tente com produtores demudas de jabuticabeiras, eles sabem transplantar com sucesso a espécie;

      att

  3. vera lucia rodrigues disse:

    Gostaria de uma providencia imediata,nesse momento estão matando as arvores centenárias na Praça São Raphael na Moóca são paulo,pra beneficiar alguns interesses estão matando arvores sadias,isso é um grande crime comparado aos tantos crimes a natureza,e ninguém faz nada !! nesse momento dia 16-02-2012 as 9:00.socorram a natureza!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s