As árvores nativas paulistanas mais comuns nas ruas

 

Por fatores culturais e “técnicos” quase toda a vegetação adulta hoje na cidade de São Paulo não é nativa do município, o que gerou um verdadeiro extermínio dos bichos e plantas presentes no terreno original da cidade antes da urbanização. Infelizmente, a maioria dessa biodiversidade nem chegou a ser estudada adequadamente, trazendo uma perda irreparável e que continua acontecendo.

Dentre as árvores mais comuns na arborização urbana do município, podemos citar três relativamente comuns e nativas da vegetação original paulistana  – que ainda perdem feio para as bolivianas tipuanas e os asiáticos ficus – e  produtoras de frutos comestíveis importantes para o equilíbrio do meio ambiente urbano. São elas:

1. jerivá (Syagrus romanzoffiana)

Os doces frutos do jerivá, conhecidos como "coquinhos"

Jerivás idosos nas matas do Jardim Botânico de São Paulo

 Palmeira que compõe os jardins paulistanos desde a época colonial. De tão comum nas extintas florestas nativas do município, batizou um importante rio de “Jurubatuba” ou “lugar com muitas palmeiras-jerivás” em tupi. Hoje é o conhecido rio Pinheiros. Planta excelente para a arborização urbana, acompanhando árvores,  pois além de estética, fornece frutos saborosos para os humanos e fauna. Antigamente (antes de irem para os apartamentos e computadores) as crianças consumiam não só a carne do coquinho amarelo, mas também o seu interior, que lembra o sabor de nozes.

 
2. pitangueira (Eugenia uniflora)

Cena colonial paulistana - pitangas maduras com casarão da época dos bandeirantes atrás. Casa do Butantã, na Zona Oeste.

Pitangueira adulta no Jardim Europa.

Fez a alegria dos antigos pomares da cidade de São Paulo. Os índios já a consumiam e no passado participava de doces, compotas e cachaça, além de catada no pé. Hoje é comum nos bairros mais arborizados de São Paulo, mas quem as planta não é o homem e sim os pássaros, que bombardeam a cidade com as sementes. Árvore excelente para ruas estreitas e fiação aérea.

 3. aroeira-pimenteira (Schinus terebinthifolius)

Aroeira florindo na beira da poluidíssima marginal Tietê.

Aroeira-pimenteira adulta em seu formato típico nas ruas.

Árvore que virou “queridinha” da gastronomia graças aos seus frutos usados para temperar pratos, é bastante comum nas infelizmente escassas capoeiras da Mata Atlântica paulistana. Seus frutos também são apreciados pelos pássaros e, com seu porte comedido, também pode ser plantada em ruas estreitas e fiação aérea. Resiste bem a poluição, como podemos ver na foto de um exemplar vivente na beira da caótica marginal Tietê.

Ainda existem muitas espécies excelentes para uma arborização urbana ecologicamente sustentável (com nativas locais) e que não são comumente usadas. Exemplos são a copaíba (Copaifera langsdorffii) cambuci (Campomanesia phaea) e a canelinha (Nectandra megapotamica). Para maiores informações e espécies, visite nossa página “Contato”.

 

Ricardo Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana, Árvores de São Paulo, árvore urbana, árvores, árvores brasileiras, árvores frutíferas, árvores nativas, Biodiversidade paulistana, guia de árvores em São Paulo, meio ambiente urbano em São Paulo, plantio de árvores em São Paulo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para As árvores nativas paulistanas mais comuns nas ruas

  1. dalva disse:

    Bacana, Ricardo. Á árvore certa para cada lugar, mas sempre muitas árvores.

  2. Parabéns ! Adorei !!!!!!!!!! Já sinto até o sabor…..Gostaria de ter muda . Qual é o valor se enviada via correio?

  3. Thomas disse:

    Presumo que o corte de árvores exóticas e invasoras teria autorização mais fácil, certo? Mas para o corte de qualquer árvore é necessário ir à subprefeitura etc…, parece-me que a burocracia é a mesma. Há alguma fonte que explique quais árvores teriam autorização mais fácil e quais mais difícil para o corte?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s