Passeio pelas árvores famosas de São Paulo

São Paulo tem pontos turísticos amplamente conhecidos como o MASP, o Museu do Ipiranga  e a Ponte Estaiada. Poucos sabem, mas também temos algumas “personalidades” naturais na metrópole, de grande beleza e importância histórica – verdadeiros pontos turísticos verdes – que poderiam ser mais visitados. São árvores especiais e sobreviventes na nossa urbanização agressiva.

A pedidos da equipe da Folhinha, elaborei um pequeno guia com a história dessas paulistanas  nativas espalhadas pela cidade. A artista Veridiana Scarpelli fez para o jornal as  belas ilustrações abaixo.

Ricardo Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em Árvores históricas de São Paulo, guia de árvores em São Paulo, História de São Paulo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Passeio pelas árvores famosas de São Paulo

  1. dalva disse:

    Bacana, Ricardo. Sinto-me feliz porque conheço algumas dessas árvores famosas. Longa vida a todas, e que muitas outras venham a elas se juntar!

    • Ricardo Cardim disse:

      É verdade Dalva, devem existir muitas outras ainda por descobrir nessa cidade que é um mundo! abraços

  2. I’m happy today 03/02/2011 again, because I found your blog

  3. Adelina disse:

    é de se lamentar que uma cidade c/ as dimensoes de SP, tenha tao poucas arvores centenarias, ate entendemos q a ação dos ventos e a poluição das grandes cidades, contribua p/ a extinção delas, ou ainda as q são cortadas em casos q possa levar a situação de risco. Achei muito interessante tb a sua observação, num outro artigo, qto a fiação subterranea, seria muito legal ver nossa Sampa assim, ja que os fios expostos, alem do risco que oferecem, nao ajudam em nada no embelezamento da paisagem. Legal esse artigo, mas preferia as fotos locais, em vez das gravuras, sem desmerecer o trabalho da artista, logicamente.

    • Ricardo Cardim disse:

      Obrigado Adelina. Em breve postarei as fotos das árvores, mas essas gravuras me impressionaram pela semelhança com as originais.

  4. michele disse:

    sinto-me orgulhosa por conhecer a maioria destas árvores. É mesmo maravilhoso deitar-se nas raízes do ceboleiro. Parabéns pela postagem.

  5. LIA GRANADO disse:

    Ricardo:
    Vou iniciar um projeto com meus alunos sobre as árvores de São Paulo. Você tem alguma bibliografia para me indicar, principalmente se estiver relacionada a história?
    Parabéns pelo seu trabalho!!! Amei seu blog!
    Obrigada,
    Lia

    • Ricardo Cardim disse:

      Lia,

      muito obrigado! realmente ainda não existe nada a respeito publicado, mas meu livro já está na fase de captação e lhe aviso quando sair. recomendo por enquanto usar o Blog, que é todo embasado na literatura histórica e científica pertinentes e pesquisas in loco, e pode usar como fonte para aulas sem problemas.
      abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s