Árvores nas ruas e a distribuição do verde em São Paulo

Calçadas áridas na Zona Leste de São Paulo. Ricardo Cardim

Calçadas áridas na Zona Leste de São Paulo. Ricardo Cardim

As cidades, como estruturas artificiais que são, tendem a repelir a árvore  fora de seus domínios, e em São Paulo isso não é diferente. Nossa cidade atualmente tem verde, mas muito mal distribuído, sendo na verdade algumas “manchas verdes” concentradas em parques e bairros privilegiados, ou quando fora deles, em áreas de difícil acesso para os pedestres e aproveitamento urbano, como as alças de acesso e espaçosos canteiros centrais em avenidas movimentadas.  

Plantar árvores em locais  não usados por pedestres tornou-se a ação mais comum, benéfica é verdade, por melhorar a qualidade de vida urbana, mas também desconectada, já que não exerce efeitos diretos nas calçadas, local onde as pessoas trafegam e mais precisam dos fatores  amortecedores das árvores, como sombra, diminuição de barulhos, umidade do ar, entre outros. Porque?

A resposta é simples: Plantar árvores em lugares isolados da cidade aumenta muito mais a chance de sucesso no “pegamento” da muda, é mais fácil. Não precisa, como nas calçadas, de educação ambiental da comunidade de entorno para evitar vandalismo, convencimento de comerciantes e camêlos sobre a sombra nos seus comércios, verificar os encanamentos e estruturas debaixo da calçada, os postes cheios de fios logo acima, cerca de proteção para não depenarem suas folhas…a lista é longa.

Porém, a calçada é que precisa de árvores, ali é onde se vive o cotidiano. Uma rua arborizada é um convite a ir a pé ao trabalho, à convivência, à uma Cidade mais habitável. O desafio tem que ser encarado por todos aqueles que plantam árvores em São Paulo, uma árvore na calçada dá mais trabalho, mas vale por várias que não tem sua sombra aproveitada.

Ricardo Henrique Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Árvores nas ruas e a distribuição do verde em São Paulo

  1. Vinicius disse:

    Olá!

    Antes de mais nada, qro te parabenizar pelo blog, to impressionado
    com a quantidade e qualidade de informação. Continue que estarei aqui lendo!

    Queria também te perguntar se você conhece esta árvore.
    Eu vejo muitas dessas pela região da vila madalena (onde moro)
    Ela flore no fim começo de março, cachos amarelos que vão
    se metamorfozeando em um tom rosa alaranjado. Depois, eu notei,
    se transformam nessas lanterninhas que eu te mando na foto.
    Não consegui fotografá-la com flor, pois minha curiosidade por ela se manifestou
    quando vi essas “lanterninhas”.

    Bom, por enquanto é isso!
    Obrigado,

    • Vinicius,
      trata-se da Koelreuteria bipinnata, família Sapindaceae, conhecida como árvore da china, tem origem na Ásia. Pretendo escrever um artigo sobre ela no futuro e gostaria de usar suas fotografias lhe dando o credito, posso?
      abs
      Ricardo

  2. Claudemir Buzzo disse:

    Li na “vejinha” seu artigo “Relíquias verdes na varanda”.
    Como você, também sou apaixonado por árvores. Com flores ou sem flores, sou encantando por elas. Ainda mais, quando vejo alguma espécie que ainda não conheço.
    E, como vc fez com uma semente de copaíba, que plantou em seu terraço e depois levou-a para o sítio, eu tb tenho esse hábito, pois, sempre que posso, colho sementes de árvores e planto em meus vasinhos. E, depois que nascem levo as mudinhas para Assis, onde um cunhado meu tem um pequeno sítio e lá plantamos. Aliás, é incrível como sempre brotam as sementes que eu ponho em meus vasos. Acho que isso acontece porque gosto muito do que faço.
    Também costumo jogar sementes em áreas verdes de nossa cidade, São Paulo, e algumas já vi crescer, mas a maioria delas, a prefeitura acaba cortando quando fazem aparos em gramados. E, um grande prazer meu é acompanhar o crescimento de um pé de ipê branco que eu e meu filho Mateus plantamos na praça 14 Bis, no Bixiga, bairro onde moro.
    Eu procuro um curso de Taxonomia das fanerógamas. Vc sabe onde posso fazer esse curso? Sou graduado em Ciências Biológicas com ênfase em ciências ambientais e quero dar continuidade em ciências ambientais, ou florestais.
    Um abraço………..Clau

    • Clau, obrigado pelo contato, bom encontrar outros “plantadores”! Uma dica para evitar o corte de suas mudas é espetar madeiras em volta, os cortadores costumam respeitar. Uma dica que dou é entrar no site da Botânica da USP: http://www.ib.usp.br.
      abraços
      Ricardo

  3. Marina disse:

    a ignorancia amigo, infelizmente é essa a resposta…

  4. Pingback: Quer uma árvore na sua rua? A Prefeitura te ajuda | + Vá de bike! +

  5. Paulo disse:

    A prefeitura tem plantado até bastante mas infelizmente não pode plantar árvores em frente às casas, simplesmente porque a Lei não permite. O proprietário tem que autorizar… Aí já viu, né! Com essa cultura idiota de que árvore é algo ruim, vemos regiões super áridas como Parque São Lucas que conheço bem. E não é um bairro pobre não, é totalmente classe-média. Mas por lá há ruas inteiras sem uma única árvore.
    Para mim é simples; Ou se faz uma campanha forte de concientização ou muda-se a lei JÁ!!! … Afinal, é uma questão emergencial.

    • Ricardo Cardim disse:

      Paulo,

      Concordo com você. O verde hoje é fundamental para toda a população, e interesses individuais na maioria das vezes infundados não podem sobrepor. As calçadas deveriam ser todas arborizadas independente da opinião do morador, baseado em estudos técnicos pertinentes sobre força de lei, e ainda com pesadas multas.
      Abs

  6. Larih disse:

    Adorei esse post. Acredito que toda a cidade deveria ser mais arborizada.
    E acredito que a prefeitura e os órgãos responsáveis deveriam ter mais projetos de arborização da cidade.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s