Tempo de pitanga em São Paulo

Presença certa nos pomares paulistanos de antigamente, a pitangueira (Eugenia uniflora, família Myrtaceae) sempre foi uma fruta meio esquecida perto de outras árvores da mesma família mais famosas como a jaboticabeira. Embora apresente um vermelho intenso e bela aparência, o seu sabor agridoce e textura suculenta são conhecidos e apreciados por poucos, sendo os grandes adeptos dessa frutinha os pássaros, que fazem a festa nas safras e a espalham por todos os cantos quando defecam suas sementes.

Nativa de muitas formações florestais brasileiras, também ocorre naturalmente nas matas nativas da cidade de São Paulo, podendo ser usada com sucesso na arborização de ruas estreitas e fiação baixa. Bonitos exemplares vivem na Casa Bandeirista do Butantã e no Parque Burle Marx.

Ricardo Henrique Cardim

 

Velha pitangueira na Casa das Rosas

Velha pitangueira na Casa das Rosas

 
 
 
 
 

 

 

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em Árvores de São Paulo, árvores, fotografia árvores, Mata Atlântica, meio ambiente, Paisagem e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s