Onde estão os pinheiros do Bairro de Pinheiros?

Pinheiros, um dos poucos bairros paulistanos a ostentar o nome de uma árvore típica da vegetação original da cidade, usualmente mencionada pelos visitantes estrangeiros da antiga São Paulo de Piratininga, sofre de um paradoxo.

Ao caminharmos pelo bairro, não vemos nenhum indivíduo adulto de araucária (Araucaria angustifolia), a espécie de “pinheiro” que o nomeia, a qual provavelmente deve ter existido ali em abundância a ponto de batizá-lo. Porém, no futuro, quem sabe poderemos ter novamente pinheiros para fazer jus ao horizonte da região. Na praça Panamericana, existem cerca de 10 indivíduos jovens, não muito vigorosos, mas que já são um começo. Se a cidade permitir, serão os futuros símbolos do bairro.

Ricardo Henrique Cardim

Anúncios

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em Árvores de São Paulo, Paisagem e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

4 respostas para Onde estão os pinheiros do Bairro de Pinheiros?

  1. fernando disse:

    Caro Cardim

    Somos colegas, talvez? Eu trabalho na Poli, e minha mulher encontrou uma página sua falando sobre as araucárias em SP. Eu tenho feito uma campanha para adotarmos as araucárias em praças do bairro de … Pinheiros, é claro.

    Vc, que conhece as árvores, acha isso uma boa idéia?

    Vários paisagistas (como a Elza delniero) não entendem quando eu peço para incluí-las nos planos de reforms das praças, mas faltava-me uma opiniao t’ecnica.

    Que vc acha?

    Poderei incluir sua resposta na minha p’agina?

    http://www.terrasraras.com.br/corregodascorujas/corregodascorujas.html

    um abra’co

    fernando

  2. Ricardo disse:

    Olá Fernando,

    não consegui postar no seu blog, então envio por aqui, pode postar caso queira.

    eu estou tb na USP, faço pós na Botânica. Defendo a inserção da araucária no bairro de
    Pinheiros de forma a resgatar a história de SP, já que ali se situava a antiga Aldeia de
    Pinheiros, na descida do espigão da Paulista, perto do antigo jurubatuba, hoje rio
    Pinheiros. Esse nome não é a toa. Anchieta já descrevia no séc. 16 pinheirais em SP, o
    que tb é confirmado em pesquisas botânicas do passado da cidade através de registros em
    pólen fossil.
    a questão do plantio da araucaria em área urbana tem um problema. seus galhos, que caem
    naturalmente na desrama da espécie e podem provocar acidentes, além da pinha, que
    ocasionalmente pode cair inteira e machucar. mas isso não impede seu plantio em grandes
    praças, como já existe na praça panamericana. Meu voto é para plantarmos a espécie no
    parque Villa Lobos, que tem lugar de sobra e pode ser um museu vivo da espécie.
    Obs. Onde posso conseguir essas fotografias aéreas da decada de 40 que estão bo seu site?

    Parabéns por sua iniciativa!
    abraços

    Ricardo Henrique Cardim
    Associação dos Amigos das Árvores de São Paulo
    http://www.arvoresdesaopaulo.wordpress.com
    55 11 7549-4988

    • Guilherme Grahl disse:

      Não seria o caso também de sugerir o plantio da espécie no novo Largo da Batata, que simboliza a reurbanizaçao do bairro e deveria portanto resgatar sua história. Estendo o comentário também ao projeto pomar na Marginal Pinheiros.

      Grato.

      Guilherme

    • Ricardo Cardim disse:

      Olá Guilherme, a prefeitura plantou por ali ano passado, agora no pomar, realmente caberia mesmo.
      att

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s