Árvore do cambuci em Santo Amaro – a mais antiga da cidade de São Paulo?

Na frente de uma velha mangueira, o antigo cambuci.

Considerada a árvore-símbolo da cidade de São Paulo, o cambuci (Campomanesia phaea) é hoje quase impossível de ser encontrado nas ruas da metrópole. Mesmo no bairro do Cambuci, batizado assim pela sua antiga abundância nas matas da região no passado, os exemplares adultos se contam em uma mão.

Essa árvore situada no centro do bairro de Santo Amaro deve ser remanescente de um antigo pomar residencial e pode ter mais de um século de existência, resistindo bravamente a um histórico de podas antigas visíveis no tronco e a indiferença de quem passa na praça, que sequer imagina a raridade ao lado.

Desconheço exemplar antigo como esse na malha urbana. Nos arredores ainda existem alguns, como esse da foto abaixo, em Cotia.

Velho cambuci em Cotia- SP

O cambuci é planta nativa típica do Planalto Paulistano e produz frutos saborosos, mas o esquecimento em utilizá-lo em áreas públicas e projetos de paisagismo está fazendo-o desaparecer da cidade em que é símbolo. 

 

Com caule bem retorcido e grande tamanho, o exemplar de Santo Amaro mostra avançada idade.

Outra vista do velho cambuci de Santo Amaro

Outra vista do velho cambuci de Santo Amaro

Local: Praça Salim Farah Maluf, Santo Amaro

Ricardo Cardim

 

 

About these ads

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana, Árvores de São Paulo, Árvores históricas de São Paulo, árvore urbana, árvores, árvores brasileiras, árvores frutíferas, árvores nativas, Biodiversidade paulistana, guia de árvores em São Paulo, História de São Paulo e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para Árvore do cambuci em Santo Amaro – a mais antiga da cidade de São Paulo?

  1. David Kim disse:

    Meu pé de cambuci, que comprei por influência sua, está crescendo bem. Pena que está num vaso.

  2. dalva disse:

    Bacana, Ricardo. Bom saber… agora me falta experimentar o fruto do cambuci, e vamos torcer para que ele não entre em extinção total.

  3. isabel morsoletto ferreira disse:

    Ola Ricardo, estive sexta-feira na feira de plantas do CEAGESP e foi fácil de conseguir mudas do cambuci. Pretendo plantar algumas no jardim do prédio onde resido, que está sendo reconstruído. Estou procurando mudas do “eugenia involucrata” e esta está sendo mais dificil de encontrar. Voce poderia indicar onde consegui-las? obrigada, Isabel Ferreira

  4. Flora Martinelli disse:

    Caro Ricardo
    Obrigada por me mostrar árvores tão bonitas. Acho que eu nunca vi uma delas, que pena. Sou uma andarilha contumaz, moro nos Jardins, e há tempo notei que temos muito mais árvores e arbustos floridos. E isso trouxe de volta os pássaros, que são uma alegria.
    Abraço,
    Flora Martinelli

  5. Na rua Professor Paulo Assis Ribeiro no bairro de Capão Redondo, do outro lado do córrego há uma árvore que está lá antes de 1971 (ano em que nasci! Não sei o nome dela mas é possível vê-la no Google Maps em um terreno ao lado do posto de saúde. Os proprietários ali sempre tiveram o cuidado de podá-la e mantê-la mas a situação do córrego e as chuvas está colocando a existência dela em perigo!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s