Árvores cimentadas e as chuvas de verão na cidade de São Paulo

 

Podemos considerar que a primavera começou realmente no último final de semana com as primeiras chuvas “de verão” por aqui. Com ela, vem o crescimento das plantas, flores, frutos e também as costumeiras quedas de árvores. Toda a época de chuva é a mesma situação – contagem de quantas árvores caíram nas ruas, provocando acidentes e até tragédias – o que as coloca injustamente como “problema” quando na verdade são solução.

Um dos principais fatores para essa questão urbana tem a origem em um ato aparentemente inofensivo ou até “higiênico”, a impermeabilização da base da árvore com cimento ou asfalto em volta da planta. Muitos proprietários costumam “estender” suas calçadas até lá, alegando que assim não faz “sujeira” (como se terra fosse isso) e fica mais bonito. Privando as raízes do contato com o ar, água das chuvas e nutrientes vindos de matéria orgânica, a chance da árvore adoecer e ficar susceptível a pragas é enorme e, consequentemente, de cair – inclusive sobre a casa ou carro do “cimentador”. O feitiço volta para o feiticeiro.

Aqui o exemplo clássico - a base da árvore apodrecendo sufocada pelo cimento. Infelizmente cenas assim são comuns em todas as cidades brasileiras.

Enorme paineira (Ceiba speciosa) sepultada por cimento onde deveria ser jardim. Prédio da SABESP na esquina da Av. Santo Amaro x Av. Américo Brasilense, na Zona Sul.

Esse caso é tão absurdo que chega a ser cômico - asfaltamento milimetricamente caprichado em volta de mangueira dentro de estacionamento no Bairro do Paraíso.

Outro inutilidade prejudicial é a construção de muretas em volta da planta, que não recebe assim água e nutrientes. Também contribui para o aumento das enchentes, já que a água vai para a guia e não para a terra ser absorvida.

Na foto o espaço está adequado, permitindo a árvore receber o que precisa. Mas ainda é desnecessário tanto cimento em volta considerando a impermeabilização das cidades brasileiras.

E finalmente o correto. Calçada permeável ou verde respeitando o pedestre e a árvore, além de minimizar enchentes. Novas calçadas da Av. João Dias - Zona Sul.

 
 
 
Fica a dica –  Você pode ajudar muito o nosso meio ambiente e qualidade de vida  livrando nossas árvores de tanto concreto. Veja se as calçadas de sua rua estão assim.
 
Ricardo Cardim
About these ads

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em arborização urbana, Árvores de São Paulo, árvore urbana, árvores caídas, ruas arborizadas e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

23 respostas para Árvores cimentadas e as chuvas de verão na cidade de São Paulo

  1. Leda Lucas disse:

    Muito boa esta aula sobre como deve ser feito o calçamento para favorecer a árvore, o pedestre e, finalmente, evitar que a água das chuvas forme enchente que tanto perturba a cidade, os cidadãos…
    Gostei muitíssimo da aula.
    Abraço, Leda

  2. Paulo disse:

    Ricardo, moro na Rua da Consolacao e as arvores por aqui estao como a da 4a foto. O que devo fazer para solicitar uma alteracao? Pode me ajudar? Abs

    • Ricardo Cardim disse:

      Paulo,

      vc pode acionar a Sub ou liberar com os vizinhos as plantas (mais rápido)

      abs

  3. Ana Basaglia disse:

    Eu já tinha “aprendido” isso com vc antes, Ricardo, e faz todo sentido! Mas a questão é: se as calçadas da minha rua NÃO estão adequadas (e nunca estão, né?), PRA QUEM DEVO RECLAMAR?
    Não me diga que seria pra Regional… estou até hoje esperando eles virem plantar uma árvore na minha calçada…
    Abs
    Ana

    ps: cansamos de esperar e plantamos, nós mesmos, um belo exemplar de pau-ferro!

    • Ricardo Cardim disse:

      Ana, também sou adepto do “mãos-à-obra” e resolver rapidamente o assunto!

      abs

  4. fatec disse:

    Prezados
    Solicitamos a todos que ajudem a divulgar o Vestibular da FATEC de Capão Bonito, curso de tecnologia em Silvicultura (cuidado e plantio de florestas).
    Inscrições até as 15 horas do dia 08/11; pelo site http://www.vestibularfatec.com.br
    Informações: (15) 3542-2654 – http://www.fateccb.edu.br
    Atenciosamente

  5. Gustavo Moreira disse:

    São tristes essas cenas recorrentes nas cidades.

    Ricardo, preciso de mais uma dica. Tenho um bom espaço nos fundos de minha casa, longe de construção, mas com um muro alta que faz sombra nessa área. Qual seria sua recomendação de árvore nativa a ser plantada? A iluminação natural é excelente, mas o sol direto não chega.

    Obrigado.

    • Ricardo Cardim disse:

      Gustavo, o ideal é usar uma espécie de sub bosque, acostumada ao sombreamento natural da floresta. Recomendo a uvaia, grumixama, ceraj-do-rio grande e cabeludinha.

      abs

    • Gustavo Moreira disse:

      Muito obrigado pela dica, anotada.

  6. Luis disse:

    Como já disse anteriormente, produzo, comercializo, e faço implantação de árvores nativas na cidade de São Paulo. Este tema (árvore “soterrada”), já foi abordado junto a S.V.M.A. representada pelo DEPAVE. Quando plantamos, somos brigados a executar o canteiro verde. Para árvores de grande porte o canteiro tem que ser de 3 m², pequena e média com 2 m². Pouco tempo depois, constatamos que os moradores cimentam até o colo da planta. A alegação é a mesma: evitar que joguem lixo, atrapalhando o acesso, beleza, etc… Com isso as raizes ficam atrofiadas e não dão sustentação a planta.
    Infelismente a resposta que obtivemos foi: “não temos equipe suficiente para fiscalizar”, “é uma questão de consciencia”, “basta fazer uma denuncia”, etc… Sinceramente…. oque vemos é exatamente oque está demonstrado nas fotos e sem nenhuma fiscalização ou punição (dos orgãos públicos). Quem pune é a própria natureza.
    Acredito que se, ao invés de lançar multas exigindo o plantio de tantas árvores, a S.V.M.A. deveria “multar” exigindo que o infrator adotasse ou cuidasse das árvores já existentes. Depois, poderia aumentar o número de árvores plantadas.
    Não adianta planar milhares de árvores enquanto as que á estão plantadas estão morrendo.

  7. Pingback: Árvores Sufocadas | R Conte Sistemas & Internet

  8. Aletheia disse:

    Sou leitora razoavelmente antiga do seu blog, Ricardo. Como sou apreciadora de árvores, é um tema que me diz respeito de muito perto. Já recomendei pra muita gente e sempre aprendo mais e mais. Sou professora e já estou pensando que vou abordar o tema desta postagem junto aos meus alunos. Obrigada e meus parabéns novamente pelo belíssimo trabalho!

    • Ricardo Cardim disse:

      Olá Cláudia,

      Muito obrigado! Espero que possa ajudar a nova geração a tomar consciência na preservação de nossa biodiversidade nativo e a importância do meio ambiente urbano.

      abraços

  9. Pingback: Contrabandist@s de Peluche » Blog Archive » cores

  10. dalva disse:

    É isso aí. Resistência pacífica e atividade. A terra vomitará os mornos, diz a Bíblia.

  11. Pingback: O drama das árvores cimentadas nas calçadas | Senac Joinville Ambiental

  12. jacqueline disse:

    OLa, tenho uma mangueira no meu quintal, alguns meses mandei cimentar meu quintal o pedreiro cimentou tudo e alegou que a agua é absorvida pelo tronco. durante quase um ano minha arvore estava ok, deu frutos, etc, 1 semana atras, ela começou a secar o galhos e cair quase toda a folha, será isso? o que faço para salvar, por favor me ajude, adoro essa mangueira.

  13. Wagner Novais disse:

    Olá Ricardo
    Ótima matéria, tenho convivido com esse problema quase todos os dias, preciso do Decreto Lei que diz sobre essa proibição e multa ao infrator, pois só assim eles respeitam. abraços…
    Wagner Novais

  14. Yara disse:

    Assinem ao abaixo-assinado, para não colocarem mais cimento nas bases das arvores e previnirmos acidentes.

    http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR69443

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s