As árvores nativas de São Paulo e sua fauna associada nas xilogravuras de Ângela Leite

Poucos sabem captar tão bem a essência de nossa biodiversidade nativa como a artista Ângela Leite. Suas xilogravuras (técnica de impressão onde desenhos esculpidos na madeira são passados para o papel) rivalizam com a beleza das árvores doadoras das velhas peças de madeira que ela busca em demolições para compor suas obras. Cedros, imbuias e mognos são vagarosamente trabalhados até criar composições que retratam a flora e fauna em suas mais ricas interações.

Essa xilogravura de uma araucária consegue passar a avançada idade do exemplar.

Visitei sua oficina em uma casa cercada pelas árvores no bairro do Morumbi, onde contou a luta para preservá-las das podas da Eletropaulo e de outras ameaças urbanas. Ambientalista e grande conhecedora de nossas plantas e animais, realizou obras com um nível de precisão impressionante, como nas gravuras que retratam as mudas do chão da Mata Atlântica.

Jequitibá-rosa, a árvore símbolo do Estado de São Paulo

 

Tapeti nas jussaras. Esse coelho nativo da Mata Atlântica gosta de se alimentar dos brotos da palmeira jussara.

 

Casal de sabiaca na jussara. Feliz composição à nanquim com o nativo palmito jussara, que já cobriu grandes extensões da cidade de São Paulo. Hoje está quase extinto na metrópole.

O trabalho de Ângela Leite precisa ser mais divulgado. Ela disponibiliza suas xilogravuras não só em quadros emoldurados com peroba vinda de demolição, mas também em belas camisetas. Visite seu site:

Obras de Ângela Leite

 

Ricardo Cardim

About these ads

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em Árvores de São Paulo, árvores, Biodiversidade paulistana e marcado , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

7 respostas para As árvores nativas de São Paulo e sua fauna associada nas xilogravuras de Ângela Leite

  1. dalva disse:

    Por sorte ainda existem Ricardos e Ângelas que zelam pelo restinho que nos sobrou de uma natureza exuberante. Vozes que clamam no deserto, mas que fazem a diferença. Adorei o site dela, e estou de olho numa camiseta igual a tua, Ricardo, da araucária. Lindona!

    • Ricardo Cardim disse:

      Olá Dalva, obrigado! A camiseta sou suspeito para falar, porque acabei comprando várias, mas recomendo fortemente!

      abraços

  2. Gustavo Moreira disse:

    Arte de altíssimo nível. Vou comprar algo com certeza. Abraço.

    • Ricardo Cardim disse:

      Valeu Gustavo, abraços

    • Paulina Chamorro disse:

      Não conseigo achar o lugar de comentar….rs… Mas deixo aqui meu registro: que belas imagens!!! Esta da Jussara, especilaemnte me encantou!!!

    • Ricardo Cardim disse:

      Olá Paulina

      Mas deu certo, o comentário chegou! O trabalho da Ângela é superlegal… acho que seria uma convidada interessante, se quiser lhe passo o contato.

      abs

  3. Renato Rea disse:

    Trabalho original e muito bonito!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s