Como diferenciar as mudas entre as palmeiras jerivá, seafórtia e palmito-jussara?

muda da palmeira jerivá

muda da palmeira jerivá

 

muda

muda da australiana seafórtia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Recebemos muitos e-mails de leitores nos perguntando como diferenciar as mudas de diferentes palmeiras quando elas ainda estão pequenas, principalmente no chão da floresta. Como na cidade de São Paulo nós encontramos normalmente três espécies de palmeiras  dentro das matas residuais da malha urbana, fotografei essas mudinhas a fim de ajudar na identificação. A principal diferença é na primeira folha lançada pela plântula. As paulistanas nativas  jerivá (Syagrus romazoffiana), tem apenas uma folha inteiriça, o palmito-jussara (Euterpe edulis) a divide em 6 partes, enquanto a australiana e invasora seafórtia (Arconthophoenix cunninghamii) a divide em dois.

muda do palmito jussara
muda do palmito jussara

Ricardo Henrique Cardim

***POST NÚMERO 100 ***

About these ads

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em árvores e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

13 respostas para Como diferenciar as mudas entre as palmeiras jerivá, seafórtia e palmito-jussara?

  1. eneida disse:

    Moro no bairro do tatuapé, tenho uma praça proxima a minha casa, observei que tentaram matar uma arvore retirando a casca, e cortaram a ligação da seiva, dizem que colocaram soda caústica, creio que esteja viva como devo recupera-la .

    • Ricardo Cardim disse:

      Eneida,

      se tiraram toda a volta da casca, realmente há grandes chances de a árvore estar comprometida mesmo…além de cuidar dela, o ideal seria plantar outra perto para substituí-la. Veja na parte “contato” do nosso blog uma lista com espécies indicadas.
      att

  2. Oswaldo Silveira Filho disse:

    Caro amigo e chará
    Existem muitos defensivos no mercado para se combater tal praga,e um dos que recomendo e sendo mais viável, não degridindo a nossa natureza, por ser biológico a base de Bacillus Thuringiensis é o Dipel, Agree,Bactur ou Teknar, encontra-se em lojas agropecuárias da região.São dissolvidos em água, adicionados em um pulverizador e aplicados em intervalos de tempo, como manda o fabricante.Só espero que ainda dê tempo,pois, dependerá do grau infestado e o estado definhado da planta no momento.
    Espero que com minha sugestão voce consiga obter sucesso e salvar a palmeira.

  3. Ladyce West disse:

    Prezado Ricardo Henrique Cardim;

    Pelas regras de nomeações para o BLOG DAY, devo avisá-lo por email que coloquei o seu blog na lista das 5 indicações que gostaria de fazer. Obrigada por um trabalho realmente maravilhoso. Um grande abraço,

    Ladyce West

    http://peregrinacultural.wordpress.com

  4. Samuel disse:

    Muito bom o site, gostaria de propor uma troca de links como parceiros, meu site é o http://www.futebolforum.co.cc , valeu.

  5. Celso João Raffa disse:

    Caro Ricardo, poderia por favor me dizer como faço para produzir mudas de Palmito Juçara a partir da frutinha que está pela primeira vez em pencas pelo meu pé de Juçara que ganhei do IBAMA de Iguape. Gostaria de fazer mudas e não sei como proceder. Agradeço a sua atenção desde já.
    Grande abraço
    Raffa

    • Ricardo Cardim disse:

      Raffa,

      a germinação do palmito não é fácil… as vezes demora ou nem sai. recomendo plantar em um terreiro bem umido e em meia sombra com varias sementes, algumas germinam..

      abraços,
      Ricardo

  6. Suzana Padua disse:

    Em primeiro lugar, parabéns! Gostaria de falar com você, Ricardo e se puder me mandar seu email eu gostaria de conversar com você um pouquinho e te convidar a ir em nossa sede do IPÊ em Nazará Paulista. Será um enorme prazer recebê-lo em breve, pois teremos nossa reunião de final de ano e pensei em ver da sua disponibilidade.

    Enquanto isso, gostaria de compartilhar um artigo que escrevi no E Eco há alguns meses atrás que está no link:

    http://www.oeco.com.br/suzana-padua/24369-terra-abencoada-pelos-ipes

    Gds abraços,

    Suzana Padua
    (sua colega no Prêmio Schwab/Folha)

  7. Guilherme Gaudereto disse:

    Ricardo,
    Humildemente pergunto como diferenciar a juçara da seafórtia (já adultas) sem os frutos visíveis.

  8. ADNIR ANTONIO GUADAGNINI disse:

    ADNIR A. GUADAGNINI

    MORO EM UM SITIO NA MATA ATLANTICA EM PARIQUERA AÇÚ
    NA MATA TEM MUITAS MUDAS DE PAMEIRAS JUSSARA,GOSTARIA SABER COMO FAÇO PARA REPLANTA- LAS EM OUTRO LUGAR
    OBRIGADO

    • Ricardo Cardim disse:

      Adnir, e melhor vc consultar algum bom viveirista próximo alguem antes de fazer a sangria da palmeira para não perde-la

      att

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s