Como era a vegetação da cidade de São Paulo em 1827?

Nesta belo desenho de Debret em 1827, podemos observar a célula-mater de São Paulo e sua vegetação, embora apresentando certa imprecisão, observada da Várzea do Carmo . A colina ainda está coberta de vegetação nas suas vertentes, aparentemente campos e capoeiras remanescentes da Mata primária que existia antes da colonização humana. Vale lembrar que as matas próxima à cidade eram as primeiras a serem derrubadas, devido a grande demanda de lenha para manter os fogos das casas sempre acesos, e com isso, as já sofridas capoeiras eram constantemente perturbadas.

Temos na parte direita inferior da gravura uma arácea, talvez um imbé, com suas folhas em forma de coração, se esparramando no solo. Planta comum nas matas paulistanas, que pode ainda ser observado na Serra da Cantareira, foi muito usada como cordame nas construções da antiga cidade, chegando a ser considerado o substituto do prego no São Paulo dos primeiros tempos.

Na matinha no meio da imagem aparecem algumas possíveis araucárias, árvore bastante descrita pelos viajantes de São Paulo do século XIX. No canto esquerdo, a árvore que ocupa parte do quadro aparenta ser nativa, com trepadeiras abundantes, porém o desenho não permite a sua identificação. Uma hipótese é que o autor desenhou a paisagem de um campo antrópico, isto é, produto da ação humana, sugerido pela presença desta característica árvore de mata com trepadeiras e o imbé.

Ricardo Henrique Cardim

Associação dos Amigos das Árvores de São Paulo

About these ads

Sobre Ricardo Cardim

www.arvoresdesaopaulo.com.br
Esse post foi publicado em Paisagem e marcado , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Como era a vegetação da cidade de São Paulo em 1827?

  1. Alessandra disse:

    Nossa, como você enxergou tudo isso no desenho? legal, nem dá para acreditar que já foi tão bonito!

    Alê

  2. Rubens disse:

    Olá!

    mostrei isso para minhas filhas e elas duvidaram!! realmente é dificil pensar que SP já foi “mato”.

  3. Rodrigo disse:

    Meu, vocês poderiam nos ajudar, cobrando da prefeitura, que nos processos de reflorestamento da cidade, utilizem a araucária, que é uma árvore nativa da região e é completamente esquecida nos reflorestamento, é uma árvore praticamente extinta em toda a região, eu agradeceria muito se vocês pressionassem a prefeitura e os orgãos responsáveis para incluir a araucária nos reflorestamentos da cidade, árvore tão bela, que da nome ao bairro de pinheiros, nativa e infelismente esquecida.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s